Mitos e verdades sobre PEI dos pisos

Piso PEI 5 é mais resistente a riscos?

Não!

Agora que temos sua atenção! Vamos explicar erros comuns que levam o consumidor a não fazer a melhor escolha custo benefício bem como o produto ideal para sua necessidade.

Começando pelo erro comum do PEI e vamos tentar ser o mais lúdico possível para ajudar você na escolha do piso/revestimento certo para suas necessidades.

O PEI

PISO ESMALTADO VPC580004 cod-600100

PEI é formado pelas iniciais Porcelain Enamel Institute, que é laboratório criador do método de ensaio que indica um índice de resistência ao “desgaste superficial” tentando simular o trânsito de pessoas. O PEI não significa que um piso risca menos mas sim o quanto ele resiste ao desgaste e são coisas bastante diferentes.

Por exemplo: Um piso PEI 4 é indicado para ambientes residenciais internos e externos e ambientes comerciais de médio para alto tráfego. Embora ele não seja indicado para ambientes comerciais de alto para altíssimo tráfego pois seu desgaste será mais rápido, não quer dizer que ele seja mais ou menos resistente a riscos pois o PEI não mede a resistência ao risco mas sim a resistência ao desgaste da peça.

Como saber se um piso é mais resistente a riscos do que outro?

Enquanto o PEI nos informa a resistência à abrasão, o MOHS sim mede a resistência da placa cerâmica contra riscos quando em contato com materiais de alta dureza. Essa informação ganha importância em áreas como locais como entradas, acessos, térreos dos prédios, halls de elevadores, corredores públicos, garagens em ruas não calçadas, áreas praianas sujeitas ao tráfego permanente com areia abrasiva. 

A Escala de Mohs quantifica a dureza dos minerais, ou seja, ele mede a resistência que um determinado mineral oferece ao risco, ou seja, a retirada de partículas da sua superfície. 

Os pisos esmaltes brilhantes utilizados têm dureza Mohs entre 3 e 4 (a escala vai de 1 a 10) independente de fabricante, país de fabricação ou se foi fabricado por via seca ou via úmida e ainda totalmente independente do conhecido PEI.

Só para exemplificar, um mineral muito comum e encontrado abundantemente no planeta é a areia (quartzo), cuja dureza Mohs é 7. Portanto a areia, tão utilizada na construção, tem uma dureza maior que os esmaltes brilhantes, por isso, há a necessidade de cuidados especiais, tanto no assentamento como na manutenção pós assentamento. Proteja o piso após assentado e evite riscos!


Então já sabemos que PEI não significa maior resistência a risco e sim MOHS, bem como a areia vai riscar qualquer piso, por isso, é muito importante manter a obra limpa, piso revestido durante a construção.

Sabemos também que tanto o porcelanato quanto o piso esmaltado possui classificação de MOHS abaixo da areia, ou seja, não terão comportamento ou resistência diferente a riscos, porém pisos e porcelanatos brilhantes, estes sim, riscam com mais facilidade.

Porcelanato é mais resistente a risco do que piso cerâmico?

Não

Os pisos e porcelanatos de alto brilho ou polidos estão mais propícios a riscar e por esse motivo é muito importante o cuidado com esses produtos durante a obra. Mantenha a obra limpa, remova todo e qualquer material abrasivo trazido pela solas de sapatos e evite ao máximo que se arraste qualquer tipo de material contra a cerâmica.

Porcelanato ou grês fabricado em via seca (base vermelha), é inferior a porcelanato ou grês via úmida?

Carrinho de compras
× Como posso te ajudar?