Pias e Cubas INOX

Tramontina

Pias, cubas, tanques e lixeiras inox

Cubas para cozinha PRIME

Produtos TOP, para consumidores exigentes que valorizam inovação, design e estilo. Em aço inox AISI 304, maior profundidade e válvula de 4 1/2″, tipo luxo. Acabamento acetinado ou alto brilho, com adesivo antirruído.

Cubas para cozinha linha PERFECTA

Produtos diferenciados para consumidores que buscam peças com alto desempenho funcional e qualidade. Em aço inox AISI 304, possui média profundidade, acabamento acetinado ou polido, com adesivo antirruído.

Pias para cozinha RAGGI

Pia em aço Inox AISI 304. Fabricado no sistema monobloco (sem solda), dispensa o uso de concreto e evita a corrosão. A pia de aço inox é mais higiênica, durável e de excelente apresentação.

  1. Pia monobloco – sem solda – dispensa o uso do concreto;
  2. Válvula descentralizada – permite melhor aproveitamento da cuba e da parte inferior do gabinete;
  3. Inclinação dos escorredores em direção à cuba – impede o acúmulo de água;
  4. Seguro sistema de fixação – através de parafusos especiais para aglomerado;
  5. A pia de aço inox é mais higiênica, mais durável e de excelente apresentação;
  6. Possui escorredores de prato, bordas e espelho traseiro mais elevados que evitam o escorrimento de água para fora da pia;
  7. Peça inteiriça e mais resistente, evitando pontos de corrosão;
  8. Perfeitamente acabados através de solda a plasma;
  9. Chapa mais espessa que as pias inox convencionais.

A Tramontina lançou no mercado as novas pias de inox que não precisam concretar basta apenas fazer uma mão francesa, ficando o trabalho cada vez mais prático e a reforma muito mais rápida e sem sujeiras.

Cubas para lavado PERFECTA

Produto diferenciado para consumidores que buscam alto desempenho funcional e qualidade comprovada. Em aço inox AISI 304, bonitas e práticas, com acabamento acetinado ou alto brilho.

Cubas para lavado PRIME

Produtos TOP para consumidores exigentes que valorizam inovação, design e estilo. Em aço inox AISI 304, com design diferenciado e acabamento acetinado ou alto brilho.

Recomendações gerais

– Para um perfeito funcionamento da cuba, montar inicialmente a válvula.
– Remover a etiqueta colada na pia.
– Limpar a cuba com detergentes normais neutros.
– Usar somente esponja macia ou pano para lavar a pia.
– Esta peça contém bordas cortantes. Manusear com cuidado.
– Não usar ácido muriático, água sanitária ou qualquer outro solvente para lavar objetos na pia.
– Na reforma ou construção, proteger a cuba para não deixar sobre a mesma pó de cimento ou gesso.
– Enxaguar e secar bem a peça após o uso.
– Nunca deixar objetos metálicos sobre a peça por períodos muito longos, para evitar a corrosão.
– Para manter o brilho da sua cuba, recomendamos o uso da pasta para polir e remover manchas em superfícies de aço inoxidável “Tramontina”.

As pedras do caminho

Quem compra uma casa nova ou decide reformar a residência, se propõe a uma maratona. No percurso, surgem muitas decisões que vão afetar o cotidiano, desde a posição dos móveis à cor das paredes, do piso até o acabamento do gesso. Poucas estão no grupo das eternas, onde o tampo da pia da cozinha se encontra. No meio da corrida, é tentador buscar um atalho para tantas escolhas, mas a decisão entre um balcão de inox, de pedra, cerâmica ou novos produtos que chegaram ao mercado vai afetar a decoração, a funcionalidade e a manutenção do espaço – uma escolha que, se for equivocada, pode incomodar para sempre.

As pedras estão entre as favoritas para as cozinhas. São elegantes e podem durar para sempre, mas não cabem no bolso de todo mundo. São duas as principais vantagens: durabilidade e a possibilidade de personalizar o corte de acordo com as suas necessidades e com a decoração do espaço. Granito e mármore estão entre os tipos de pedras mais lembrados, mas é preciso ter cuidado e diferenciar as pedras. O granito é menos poroso, enquanto o mármore tem alto grau de absorção e pode manchar. Alguns produtos mais modernos ajudam a selar o mármore para evitar manchas, mas, ainda assim, a pedra dos escultores é mais indicada para espaços que passam longe dos líquidos, como uma bancada de trabalho. O granito convive bem com a pia, desde que líquidos como vinho e café sejam lavados rapidamente para evitar manchas.

Entre as pedras, o dilema não se resume a granito e mármore. Ainda há o calcário e a pedra-sabão, por exemplo. O primeiro sofre do mesmo problema do mármore, podendo manchar com líquidos, mas o segundo tem a vantagem da cor escura. Ou seja, mesmo que a pedra absorva os fluídos, a tonalidade pode impedir que a mancha apareça.
Existem também pias de quartzo que possuem alto grau de elegância e modernidade. São resistentes a impactos devido à sua composição – 75% quartzo, 20% acrílico e 5% de pigmentos – que gera uma superfície endurecida e fácil de limpar. Elas possuem ainda propriedades antibacterianas, obtidas por meio do uso de íons de prata que evitam o surgimento de bactérias.

E as escolhas também não se resumem às pedras. Tampos de aço inoxidável estão entre as soluções mais práticas. O inox pode oferecer muitas vantagens, pois é um material com alto grau de resistência à corrosão. Também não descasca e não escurece com o passar do tempo, podendo ser submetido a altas e baixas temperaturas, além de ser um material extremamente higiênico e de fácil limpeza. Os tampos de aço inox destacam-se dos demais materiais pela sua sofisticação e durabilidade. A grande vantagem do inox é a convivência harmoniosa com os líquidos.

Nos últimos anos, arquitetos vêem experimentando com algumas alternativas que andavam esquecidas. Uma delas é o uso de cerâmica nos balcões, que permite dar um toque mais colorido ao espaço. Azulejos conquistam quem gosta de esticar a maratona das escolhas incluindo uma infinidade de padrões de desenhos e cores à decoração da cozinha. E água não é problema para a cerâmica. A dificuldade está em obter uma superfície perfeitamente lisa para o trabalho ao lado do fogão. Mas já existem técnicas que permitem fazer o rejunte na altura da cerâmica, melhorando o alisamento do espaço. Os mais modernos ainda podem perguntar ao arquiteto sobre soluções que fogem ao comum, como bancadas de concreto ou de cimento queimado. Geralmente usados em estruturas e pisos, os materais podem resistir bem aos líquidos e dão um toque diferente ao ambiente.

O vidro também se tornou uma das grandes tendências na arquitetura e na decoração, que algumas vezes aliam o vidro temperado colorido ao inox alto-brilho. Cabe ao maratonista achar fôlego para mais esta escolha.

Fonte: Tramontina